Economia Alemã mantém crescimento sólido em 2016

Publicado:

O ano de 2016 continuou a trazer boas notícias para a maior potência europeia. A economia alemã continuou o seu processo de crescimento sólido e sustentado durante este ano.

Segundo a primeira contabilização do Instituto Nacional de Estatísticas, o PIB-Real teve o maior crescimento dos últimos cinco anos. Este crescimento foi de 1,9% em relação ao ano de 2015.

Estes valores vão de encontro ao prognóstico emitido recentemente pelo Banco Central Alemão.

É de relembrar que a economia alemã manteve um crescimento estável nos últimos dois anos. Em 2014 cresceu 1,6% e em 2015 esse valor aumentou uma décima, para 1,7%.

 

O consumo na base do crescimento da economia alemã

O consumo foi um dos principais fatores que levou a este crescimento da economia alemã durante o ano passado.

O consumo privado teve um crescimento de 2% em relação ao período homólogo. Já no que toca ao consumo público, o crescimento foi de 4,2%.

De acordo com com o Instituto Nacional de Estatísticas Alemão este crescimento resulta da onda imigratória dos refugiados que trouxe um aumento consequente dos custos associados.

O balanço geral do crescimento do consumo alemão foi de 2,5%. Este foi o mais elevado dos últimos anos.

No entanto, esta não é a única razão para o crescimento da economia alemã em 2016. O investimento também teve o seu papel neste aumento dos valores económicos.

De acordo com os números corrigidos, o investimento na construção cresceu 3,1% no ano anterior. Isto deve-se principalmente aos maiores investimentos na construção habitacional.

No que se refere a equipamentos, a subida foi de 1,7%. Neste investimento destacam-se predominantemente máquinas e viaturas.

Porém, nem todos os valores são positivos. Em 2016 deu-se uma descida nas reservas de 0,4%.

Em relação à contribuição externa, isto é, a diferença entre exportações e importações, os valores mantiveram-se praticamente inalterados, com um balanço ligeiramente negativo de -0,1%.

 

Crescimento vai continuar nos próximos anos

De acordo com as perspetivas do Banco Central Alemão, a economia alemã vai continuar a crescer em 2017.

Segundo as previsões o consumo vai ter, mais uma vez, um papel fundamental para este crescimento. Este será suportado pela situação favorável do mercado de trabalho e pelo aumento do rendimento disponível das famílias.

O Banco Central Alemão aponta para um crescimento de 1,8% da economia alemã durante este ano. Já para 2018 este crescimento terá um abrandamento e será de 1,6%.

Pesquisar