O crescimento económico alemão em 2018

Publicado:

O crescimento económico alemão há mais de 15 trimestres. Durante o primeiro trimestre de 2018, a maior potência económica europeia cresceu 0,3%.

O primeiro trimestre de 2018 representou mais um período de crescimento económico para a Alemanha. Durante os meses de Janeiro, Fevereiro e Março, a economia germânica cresceu 0,3% face ao último trimestre de 2017.

A Alemanha está, assim, há quinze meses consecutivos a crescer. Esta subida contínua do PIB – Produto Interno Bruto – é a fase mais longa de crescimento alemão desde 1991.

Segundo a Destatis, agência federal de estatística alemã, aponta fatores internos como os principais responsáveis pelo crescimento económico alemão. Em destaque estão os investimentos, nomeadamente no setor da construção.

O consumo interno também teve um ligeiro aumento durante o primeiro trimestre deste ano. No entanto, o gasto público recuou pela primeira vez em cinco anos.

Taxa de inflação desce em Julho

Durante o mês de Julho a taxa de inflação alemã situou-se nos 2%. A informação avançada pela Destatis mostra uma descida de 0,1% em relação a Junho e de 0,2% em comparação a maio.

Entre junho e julho, os preços para o consumidor subiram 0,3%. O principal fator inflacionário, durante o primeiro semestre de 2018, foram os preços da energia. Estes subiram 6,6% neste período. Já os alimentos tiveram uma subida de 2,6% e os arrendamentos 1,6%.

Previsões do crescimento económico alemã revistas

A Câmara de Comércio e Indústria Alemã – DIHK – fez uma revisão à previsão de crescimento económico da Alemanha para 2018. Os 2,7% anteriormente previstos foram revistos para 2,2%.

A incerteza é a principal razão para esta mudança. Segundo a DIHK, a confiança dos empresários desceu ligeiramente face ao início do ano. Recordamos que este valor atingiu o máximo dos últimos 25 anos.

Esta descida deve-se principalmente à incerteza política em Itália.

Apesar desta revisão do crescimento económico, tudo aponta para que o PIB alemão continue a crescer em 2018. Este é mais um passo para reafirmar o poderio da Alemanha enquanto maior potência da Zona Euro.

 

 

O crescimento contínuo da Alemanha é um dos fatores que tornam este país tão atrativo enquanto destino de exportação. Exportar para o mercado alemão é um tiro certeiro para empresas que querem crescer e expandir o seu negócio.

Quer começar a exportar os seus produtos e serviços para o mercado alemão?

Pesquisar